quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Como Vinhas de Deus

...Engraçado que eu estava pensando esses dias, que as vezes a gente precisa levar um empurrãozinho pra que nós possamos fazer as coisas que a gente gosta e fazer outras também que nós realmente devemos fazer!
A insistência (muitas vezes) é um fator usado para transformar beneficamente situações e realidades:  É preciso que possamos insistir com alguém pra que esse alguém se converta; pai e mãe tem que insistir pra que nós venhamos a estudar, trabalhar e buscar um futuro mais promissor, as pessoas que nos querem bem tem que insistir pra que 'corramos' atrás dos sonhos de Deus pra nós, e por aí vai...
Mas na verdade, em tudo isso que eu citei, vejo a insistência como um instrumento divino usado por nós e em nós para fins benéficos.
Se hoje nós estamos aqui, salvos, lavados e remidos pelo sangue de Jesus, é porque o nosso Deus de Amor não desistiu, mas insistiu e alcançou com sangue e morte de cruz o nosso resgate do poder das trevas para o Reino do Filho do seu amor (Cl. 1:13).
Devemos sempre nos lembrar de quem somos em Deus e persistir a cada dia para que venhamos  alcançar as bênçãos espirituais descritas na bíblia a nosso respeito, o nosso lugar no mundo espiritual e a posse (como herdeiros) de uma grande Promessa: a Salvação eterna.
Devemos sempre estar atentos aos fatores que podem impedir o querer de Deus em nós.
A bíblia faz referência no livro de Eclesiastes 2:15 sobre as raposinhas. As vinhas já produziam flores, e as pequenas raposas deveriam ser detidas. Ora, depois das flores sabemos que vem os frutos, e antes que os frutos aparecessem, elas vinham para devastar a plantação e impedir o milagre da frutificação. Assim também pode acontecer em nossas vidas se não espantarmos os maus hábitos em nós. Aquelas práticas que toleramos e praticamos e que estão em desacordo com a vontade de Deus.
Pequenas mentiras, pequenos gestos, pequenos momentos, coisas pequenas...
Costumes de 'estimação', mas que como aqueles pequenos animais (que pareciam ter uma infuência tão insignificante), podem impedir os surgimento de um novo amanhacer em nossas vidas. Isso mesmo, a plantação pode ser o Novo de Deus em sua vida: Seus planos, Seus projetos, Seu querer!
Esses nossos hábitos que abrigam trevas, devem ser o alvo da nossa insistência em mudar...
Se queremos mudar o mundo, acho que a nossa casa espiritual pode ser o lugar das nossas primeiras grandes experiências em  transformações!
Você que encontra dificuldades em mudar, peça ao Senhor Jesus que te ajude nesse desejo, pois Ele mudou um mundo inteiro morrendo pra sua própria vontade.
Desejo que nesses dias que se comemora o nascimento do Nosso Senhor Jesus, você ofereça de presente a Ele a inteireza do seu coração para a mudança interior. E que a cada dia renasça em cada um de vocês a fé que vence o mundo, pois sabemos que acima de toda dificuldade, está CRISTO QUE VIVE EM NÓS!

Paz a todos,
E que Jesus receba de nós muitos presentes !!!
Abraços,                                                                                                  
                                                                                                                      Tônia Balieiro

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Eu só posso imaginar....

video


De fato; só podemos por enquanto imaginar o quão será maravilhoso ver o nosso Senhor face a face... E isso me leva de fato a pensar... Qual será a minha reação ?? Qual será o meu primeiro jesto para demonstrar minha gratidão e amor por Ele ??  Será que ficarei paralisado ao ver sua enorme glória?  ou simplismente correrei e chorarei ao seus pés? .. Mas o mais importante é que você, eu e todos nós estejamos preparados para quando o GRANDE DIA chegar, onde nos assentaremos na mesa com o REI DA GLÓRIA.. e participaremos das bodas do cordeiro.


  Abraço a todos , e nunca se esqueçam...

“...Certamente cedo Venho. Amém. Ora vem, Senhor Jesus.” - Apo. 22:20
 


terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Torre Forte


“Torre forte é o nome do SENHOR; a ela correrá o justo, e estará em alto refúgio.“ Provérbios 18:10
            Existe uma enorme diferença em conhecer e crer. CONHECER: Ter a idéia, a noção mais ou menos precisa de alguma coisa: conhecer o nome, o endereço de alguém. CRER: Considerar como verdadeiro; acreditar, ter fé. Saber que é real e/ou verdadeiro, confiar na verdade.
            Muitos que estão no caminho de Cristo com o passar do tempo perdem a capacidade de crer restando apenas o conhecimento que adquiriram nesses tempos. Muitas vezes acham que acreditam, mas na verdade apenas se tem o conhecimento.
Conhecemos que Deus é Deus, que Ele se importa conosco, que Seus pensamentos são maiores que os nossos, que tudo coopera para o nosso bem e por aí vai... Temos isso encravado na nossa mente, mas onde está o nosso erro? Está em não crer que Ele é Deus, que Ele está se importando conosco, que Ele está cuidando de nós, que Seus pensamentos são maiores que os nossos e que tudo tem cooperado para o nosso bem, mesmo os momentos difíceis!
Quando chegam momentos turbulentos, quando uma mágoa ou tristeza nos alcançam, quando somos atingidos no nosso ponto mais fraco cria-se uma possibilidade muito grande de perdermos a fé e a confiança; até o conhecimento que temos é inundado por trevas e os nossos olhos por escuridão o que nos leva a carregar um fardo duro e pesado enquanto Jesus nos oferece um fardo leve e suave.
Temos que acreditar, nós temos que ter fé que ELE ESTÁ presente em tudo na nossa vida! Tal fé ao ponto de declarar como Paulo: Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados. Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos; 2 Co 4:8-9
Podemos relembrar de vários homens na bíblia que chegaram a um ponto terminal do desespero e mesmo assim acreditaram que Deus estava no controle de suas vidas e por isso alcançaram a vitória! Jó perdeu todos seus bens e sua família, Davi mesmo rodeado por um exército que tentava matá-lo confiou no Senhor, e inúmeros outros exemplos de homens que existiram guardaram a fé.
Eles não apenas conheciam que existia um Deus que era por eles, mas eles acreditavam que Deus era por eles! E quando concebemos essa verdade somos libertos de todo julgo opressor, de toda a cadeia que nos prende. Essa verdade nos ensina a passar por momentos difíceis e a ultrapassá-los sem nos machucar tanto.
Independente do momento creia que Ele é sua TORRE FORTE, corra para Ele! Ele é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na hora da angústia (Sl 46.1). Não temas, crê somente (Mc 5.36). Continue procurando viver no centro da vontade de Deus, porque boa, perfeita e agradável é a sua vontade (Rm 12.2).
            Acredite que Ele se importa com você e está presente na sua vida em cada segundo. Guarde a sua fé! Talvez não dê pra compreender o porquê dessa fase difícil da vida, mas confie, lute o bom combate. Não se deixe cegar, não deixe o seu coração viver em trevas. Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o SENHOR; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais. Jeremias 29:11
            Acredite que Ele está cuidando de você, não se deixe abater, não permita que roubem a tua coroa, não desista, lute, corra para Ele e te escondas Nele. Entrega o teu caminho ao SENHOR; confia nele, e Ele o fará. Salmos 37:5!
Mileno Mendes Gusmão

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Só assista se estiver preparado para ouvir , verdades!

video

          Paul Washer, missionário pela América Latina e Europa do Leste, polemiza toda uma plateia de jovens evangélicos ianques, crentes genéticos e cristãos culturais, numa conferência onde nunca seria mais convidado, por proclamar a salvação segundo Jesus Cristo, e não a que conhecemos por panfletos, ou a da receita-pronta-para-microondas da regeneração da alma pecadora, por decisão humana. 

 "E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará ."  João 8:32

Ele me Ama


sábado, 26 de novembro de 2011

Falando sobre Deus

Vede quão grande amor nos tem concedido o Pai, que fôssemos chamados filhos de Deus. I JO 3.1a
            Seu trono está acima dos céus, Ele está revestido de glória e majestade, seu poder se eleva até os altos céus, criador da Terra e de todo universo, as nuvens são pó dos seus pés, onisciência, onipresença e onipotência estão diante Dele! Como compreender que o ser mais importante do universo, a pessoa mais preciosa do mundo escolheu nos amar? Como entender que o Todo Poderoso nos adotou como filhos?
            Não um amor humano baseado em condições, mas um amor que não depende do que sou ou do que faço, simples e incondicionalmente Ele escolheu nos amar. Mas por quê?
            Na verdade não há resposta para o porquê de tanto amor! O amor do Pai não é para ser compreendido, mas para ser aceito, sentido!
            Muitos acham que estamos separados pelo céu, Deus nos céus e nós na terra. Esse pensamento nos distancia da vontade perfeita do Pai, de nos relacionarmos com Ele. Se somos filhos temos toda liberdade que um filho tem com seu pai, e devemos considerar que nem o melhor pai de todo o planeta pode-se comparar com o Pai celestial!
            Quanto tempo perdemos com nossos anseios, desejos, ressentimentos e pecados, quando poderíamos estar vivendo cada momento desfrutando nesse Amor, nesse relacionamento?! Quando olhamos pra nós pensamos que somos alguma coisa, mas quando olhamos pra Ele percebemos que não somos nada. Onde estaríamos? Ou o que seríamos se não fosse esse amor?
            Esse Amor existe, é acessível e apalpável! Ele nos cerca!
Assim como Ele escolheu nos amar, temos que fazer essa escolha por Ele! Essa escolha é demonstrada nas nossas atitudes, buscando mais de Deus, renunciando a nós mesmos, e procurando o bem estar do nosso irmão!
Não há nada que possamos fazer para retribuir esse amor, a não ser dá-Lo o nosso todo!
Mileno Mendes Gusmão

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Razões Pelas Quais As Pessoas Não Vão À Igreja

                          
 "E Jesus, tendo ouvido isto, disse-lhes: Os säos näo necessitam de médico, mas, sim, os que estäo doentes; eu näo vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores ao arrependimento." (Marcos 2, 17)
Jesus veio ao mundo para anunciar arrependimento, Ele não veio para aqueles que já estavão sãos , mas sim para os enfermos , rejeitados e indignos ! Para que atravéz dEle, essas pessoas pudessem encontrar salvação e refugiu.
Deus chama a conversão os despresados pela sociedade. Assim como os leprosos que eram excluidos. Deus chama cada um, msm com seus problemas, não importa a vida passada. O que importa é o querer Jesus, pois Jesus quer a cada um de nós.
Amém.

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Arrependimento é mudança de Comportamento


E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. 2 Crônicas 7:14

            Deus é onisciente, Ele sabe todas as coisas, Ele sabe das coisas das quais precisamos nos arrepender.
            Todos nós pecamos, erramos, mas para nossa sorte temos um Deus que é fiel e justo para nos perdoar de todos os nossos pecados.  É o Espírito Santo que convence o homem do pecado, do juízo e da justiça, O Espírito Santo é a Terceira Pessoa da Trindade Divina. Ele é Santo, Puro e Perfeito.
            É Ele que convence, mas somos nós que temos que tomar uma decisão, somos nós que precisamos de ter a atitude de nos humilharmos, de orarmos ao Senhor, de buscar a face Dele e nos converter (arrepender) dos maus caminhos, Ele nos ouvirá, nos perdoará e sarará a nossa terra. A “terra” são as nossas vidas, nosso coração onde habita o Senhor Jesus, mas Jesus só habita em templos limpos, e o arrependimento é o primeiro passo para mantermos o
templo limpo e assim o Senhor fazer morada em nós.
            O arrependimento é mudança, é exatamente uma vida totalmente voltada
para o Senhor Jesus. O arrependimento é uma atitude que deve ser constante em nossas vidas, e não somente quando aceitamos Jesus pela primeira vez, deve ser algo pleno na minha vida, na sua sua vida dia após dia, e assim termos e mantermos uma vida de SANTIDADE ao Senhor, uma vida reta perante o Senhor. Santidade é o principal atributo de Deus e uma qualidade a ser desenvolvida em nós!
            Santo não é aquele que não peca, mas sim aquele que peca e se arrepende do pecado, se humilha perante o Senhor, e pede PERDÃO pelos seus pecados, esse sim é santo, pois busca a santidade no seu cotidiano, busca a santidade no seu dia a dia.
Diz o Senhor: Sede santos, porque eu sou santo. (1Pe 1:16)
Ana Flávia Rodrigues